Liturgia diária › 13/07/2018

Sexta-feira da 14ª Semana do Tempo Comum

Leitura da Profecia de Oséias 14,2-10

Assim fala o Senhor Deus:
2Volta, Israel, para o Senhor, teu Deus,
porque estavas caído em teu pecado.
3Vós todos, encontrai palavras
e voltai para o Senhor;
dizei-lhe: ‘Livra-nos de todo o mal
e aceita este bem
que oferecemos; o fruto de nossos lábios.
4A Assíria não nos salvará;
não queremos montar nossos cavalos,
não chamaremos mais ‘Deuses nossos’
a produtos de nossas mãos;
em ti encontrará o órfão misericórdia.’
5’Hei de curar sua perversidade
e me será fácil amá-los,
deles afastou-se a minha cólera.
Serei como orvalho para Israel;
ele florescerá como o lírio
e lançará raízes como plantas do Líbano.
7Seus ramos hão de estender-se;
será seu esplendor como o da oliveira,
e seu perfume como o do Líbano.
8Voltarão a sentar-se à minha sombra
e a cultivar o trigo,
e florescerão como a videira,
cuja fama se iguala à do vinho do Líbano.
9Que tem ainda Efraim a ver com ídolos?
Sou eu que o atendo e que olho por ele.
Sou como o cipreste sempre verde:
de mim procede o teu fruto.
10Compreenda estas palavras o homem sábio,
reflita sobre elas o bom entendedor!
São retos os caminhos do Senhor
e, por eles, andarão os justos,
enquanto os maus ali tropeçam e caem.
Palavra do Senhor.

Fonte: CNBB

Salmo – 50,3-4. 8-9. 12-13. 14.17 (R. 17b)
R. Minha boca anunciará vosso louvor!

3Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! *
Na imensidão de vosso amor, purificai-me!
4Lavai-me todo inteiro do pecado, *
e apagai completamente a minha culpa!R.

8Mas vós amais os corações que são sinceros, *
na intimidade me ensinais sabedoria.
9Aspergi-me e serei puro do pecado, *
e mais branco do que a neve ficarei.R.

12Criai em mim um coração que seja puro, *
dai-me de novo um espírito decidido.
13ó Senhor, não me afasteis de vossa face, *
nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!R.

14Dai-me de novo a alegria de ser salvo *
e confirmai-me com espírito generoso!
17Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar, *
e minha boca anunciará vosso louvor!R.

Fonte: CNBB

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 10,16-23

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
16Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos.
Sede, portanto, prudentes como as serpentes
e simples como as pombas.
17Cuidado com os homens,
porque eles vos entregarão aos tribunais
e vos açoitarão nas suas sinagogas.
18Vós sereis levados
diante de governadores e reis, por minha causa,
para dar testemunho diante deles e das nações.
19Quando vos entregarem,
não fiqueis preocupados como falar ou o que dizer.
Entóo naquele momento vos será indicado o que deveis dizer.
20Com efeito, não sereis vós que havereis de falar,
mas sim o Espírito do vosso Pai
é que falará através de vós.
21O irmão entregará à morte o próprio irmóo;
o pai entregará o filho;
os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão.
22Vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome.
Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.
23Quando vos perseguirem numa cidade, fugi para outra.
Em verdade vos digo,
vós não acabareis de percorrer as cidades de Israel,
antes que venha o Filho do Homem.
Palavra da Salvação.

Fonte: CNBB